Sobre a exibição do filme “Kátia”

Ontem (24 de junho), houve o lançamento do documentário “Kátia”, de Karla Holanda, na ADEH. Apesar do frio e da chuva, a curiosidade circulou pela instituição, enquanto queríamos saber: mas, quem é Kátia Tapety?

katia 2

A sessão da manhã foi mais acanhada. Porém, à noite, cerca de 25 pessoas estavam na ADEH para assistir ao filme. Após, houve a roda de conversa característica das Segundas Transtornadas, na qual foram abordados alguns temas referentes ao documentário, à vida de Kátia e impressões das mais diversas.

A realidade do sertão do Piauí; os jogos de força da política interiorana entrelaçados pela presença de certas famílias; a capacidade criativa de Kátia, que era agente de saúde, “arrancadora de dentes”, vereadora, mãe, cuidadora, criadora de animais. Além disso, o posicionamento político LGBT, os encontros, as discussões, as possibilidades de as T’s terem mais possibilidades de caminhos.

katia

Enfim, a simplicidade de Kátia que toca a todos nós na nossa própria simplicidade. O filme foi uma experiencia interessante e profunda, por vezes cômica, de modos de vida desse Brasil tão imenso, que nos permitiu sentir um pouco dessa imensidão de vidas do Piauí, de Kátia.

Texto de Maria Luiza Rovaris Cidade

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s